Início Itaipuaçu Maricá: Moradores ainda continuam ilhados após 24h das fortes chuvas

Maricá: Moradores ainda continuam ilhados após 24h das fortes chuvas

(foto: Gerhard Sardo / Itaipuaçu Que Queremos)

Moradores de diversos pontos do distrito de Itaipuaçu, em Maricá, continuam ilhados após mais de 24 horas das fortes chuvas que deixaram a cidade em estado de calamidade pública.

A prefeitura municipal solicitou a ajuda do Ministério da Defesa, que enviará nesta quarta-feira (2), cerca de 50 homens da Marinha para auxiliar na retirada dos moradores que ainda continuam ilhados.

Moradores do residencial Carlos Marighella, em Itaipuaçu, tentam salvar da chuva o que conseguiram. (foto: Gerhard Sardo / Itaipuaçu Que Queremos)
Moradores do residencial Carlos Marighella, em Itaipuaçu, tentam salvar da chuva o que conseguiram. (foto: Gerhard Sardo / Itaipuaçu Que Queremos)

Os bairros mais afetados pelas chuvas foram o de Itaipuaçu e São José do Imbassaí, que ainda continuam com diversos pontos de alagamento. No residencial Carlos Marighella, do programa ‘Minha Casa, Minha Vida’, em Itaipuaçu, centenas de moradores perderam todos os móveis e eletrodomésticos. O canal que possibilitará o escoamento das águas está sendo aberto por funcionários e máquinas da prefeitura de Maricá desde a manhã de terça-feira (1º).

O casal Jairo Fernandes, de 38 anos, motorista, e Érica Menezes, de 36, operadora de caixa, só conseguiram resgatar algumas peças de roupa. “Perdemos tudo. Ainda estamos desnorteados, sem saber o que fazer. Dá uma tristeza muito grande. Estamos morando aqui há pouco tempo, realizando o sonho de ter uma casa própria e foi tudo por água abaixo, literalmente” disse Jairo, muito emocionado.

Ajude! Você pode doar para os desabrigados. Há diversos pontos de coleta, entre eles, foram disponibilizados os principais pontos:
No Centro a prefeitura é a base e o telefone é o 2637-3907, em São José a base é a Escola Municipal Levi Ribeiro e em Itaipuaçu há dois pontos: um na escola Valéria Passos (Jardim Atlântico próximo ao terminal) e na Igreja Unção do Crescimento (Estrada de Itaipuaçu) pelo telefone (99616-7079). Todos os CRAS (Centro de Referência em Assistência Social) também são pontos de arrecadação de donativos; além do Sal da Terra, na rua Álvares de Castro, Centro, ao lado da Igreja Católica.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor colocar seu nome aqui