Início Notícias de Maricá Temer decreta uso das Forças Armadas contra greve de caminhoneiros

Temer decreta uso das Forças Armadas contra greve de caminhoneiros

Manifestação acontece na altura do km30 da RJ-106. (Fotos: João Henrique / Maricá Info)

De acordo com pronunciamento do presidente da República, Michel Temer, na manhã desta sexta-feira (25/5), as forças federais – entre elas, a Marinha, o Exército e a Aeronáutica – serão acionadas a fim de obrigar os caminhoneiros a encerrarem a greve que paralisa o país pelo quinto dia consecutivo. Segundo afirmou o chefe do Executivo nacional, a medida será imediata e visa “implantar o plano de segurança para combater os graves efeitos de desabastecimento causados por essa paralisação”. A declaração foi dada em tom duro.

Além de autorizar o uso de força militar no âmbito federal, Temer pediu para aos governadores para fazer o mesmo em seus estados. “O governo espera e confia que cada caminhoneiro cumpra o seu papel. Tivemos, como sempre, a coragem de dialogar. Agora, vamos exercer a autoridade em prol do povo brasileiro”, discursou.

A ação das Forças Armadas será autorizada por decreto presidencial, previsto para ser publicado em edição extra do Diário Oficial até o fim da tarde desta sexta (25). O Ministério da Segurança Pública já está em contato com secretários de unidades federativas para articular a atuação nos estados.

As forças de segurança terão autonomia, inclusive, para assumir a direção de caminhões cujos donos não obedecerem a ordem de desobstrução. Também estão autorizadas a prender os que não acatarem a exigência. Ainda não há previsão de quando a medida será finalizada, mas o governo pretende fazer um monitoramento permanente da situação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor colocar seu nome aqui