Moradores de Maricá terão prioridade nas vagas de emprego das obras do gasoduto

A Prefeitura de Maricá se reuniu com representantes do Consórcio GTR-3, composto pelas empresas Concremat e a Encalso Construções, responsável pela construção do trecho terrestre do gasoduto Rota 3.

O novo trecho  irá ampliar a capacidade de exportação de gás natural em cerca 17,8 milhões m³/dia, interligando áreas produtoras do Polo Pré-Sal da Bacia de Santos ao Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (COMPERJ), localizado no município de Itaboraí e que passa em grande parte de sua extensão por Maricá.

“O contrato terá duração de 26 meses, sendo três meses para a elaboração de engenharia detalhada e 15 meses para a fase de construção e montagem”,  explica Rodrigo Peterka, gerente responsável pelo contrato.

Ficou estabelecido um calendário de reuniões entre as partes para apresentação aos demais membros do governo, as etapas da obra, os impactos gerados e o cronograma de execução na cidade.

Conforme entendimentos com a Petrobras em reunião em setembro, a Prefeitura conseguiu sensibilizar o Consórcio realizador da obra para utilização do sistema municipal de cadastramento de mão de obra local para seleção dos empregos gerados pelo empreendimento.

Além disso, será realizada uma reunião em janeiro entre empresas que compõem o Consórcio e secretarias de Indústria e Portuária e Secretaria de Trabalho para verificar as possibilidades de cursos de qualificação que poderão ser oferecidos pela prefeitura aos maricaenses para que os mesmos tenham condições de disputar as vagas geradas.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here