sábado, 4 julho, 2020
22.5 C
Maricá

Maricá: Defesa Civil realiza primeira etapa da prova de aptidão física do concurso público

Foi realizada nesta quinta-feira (28/11), na Praia da Barra, a primeira etapa do teste de avaliação física dos candidatos inscritos no concurso para cargos na Secretaria municipal de Proteção e Defesa Civil. A prova reuniu 372 candidatos, somando as categorias feminina e masculina. Na fase desta quinta, de caráter eliminatório, os candidatos realizaram testes de esforço físico, que incluíam percorrer 800 metros nadando no mar e após, 1.800 metros de corrida na areia.

Os candidatos que terminaram as provas dentro do tempo previsto no edital foram considerados aptos a disputar nesta sexta-feira (29/11), a segunda parte, o biathlon (450m de natação no mar, e após, 400 metros de corrida; para esta etapa será permitido tempo de finalização de 16 minutos para feminino e 14 para masculino).

Nos 800 metros de natação o tempo permitido era 17 minutos para o feminino e 16 para o masculino; Na corrida de 1.800 metros o masculino poderia fazer a prova em 14 minutos e o feminino em 16. Os aprovados trabalharão como guarda-vidas nas praias de Maricá.

Daniel Matos Coelho, de 35 anos, é um dos que ficaram aptos para a prova de amanhã. Apesar de ter estado doente na última semana, a vontade de se tornar parte da Defesa Civil de Maricá o motivou a seguir em frente e superar os parâmetros impostos pelo concurso. “Prestei porque essa é uma profissão muito honrosa, uma atividade gratificante. Peguei uma virose esses dias, mas vim na raça, porque é o que eu quero. Vai dar tudo certo amanhã e nos próximos dias”, disse.

De acordo com o secretário de Defesa Civil, Luiz Carlos dos Santos, 55 aprovados neste concurso irão substituir os integrantes temporários da Defesa Civil que atuam no salvamento marítimo desde 2017. Ainda segundo ele, a seleção foi necessária visando inclusive o crescimento da cidade. “Estamos com um crescimento muito grande e rápido, o número de banhistas também cresceu, e por isso precisamos suprir essa demanda. A nossa expectativa é boa para os novos servidores, que venham os melhores”, concluiu.

Outros candidatos também falaram sobre a experiência nas provas e a expectativa de ingresso na carreira, como Daniel Warley, de 33 anos. “É um sonho servir a instituição que é a Defesa Civil, que tem um papel muito importante dentro da cidade de Maricá. Vai ser um prazer, estou radiante com o aproveitamento de hoje”, contou.

Isadora Sodré Guimarães, de 23 anos e Iago Viana Ribeiro, de 24, ambos de Niterói, alertaram sobre a temperatura da água, o que foi um desafio a parte, mas que no fim deu tudo certo. Ambos têm o desejo de salvar vidas na praia, como eles mesmos dizem. “Foi uma experiência inédita, nunca tinha feito nada igual. A prova foi boa, apesar de a água estar bem gelada. Gostei do meu desempenho e a organização estava de parabéns. Guardar vidas é uma coisa que eu sempre quis, e tô animada com esse futuro”. disse Isadora.

“A prova foi desafiadora por conta da água fria, deveria estar uns 17 graus. Mas, apesar disso, foi boa. Eu sempre quis ser salva-vidas já há bastante tempo, espero trabalhar aqui na orla, salvar bastante gente”, comentou Iago.

78,417FansLike
27,269FollowersFollow
2,719FollowersFollow
984SubscribersSubscribe