domingo, 20 setembro, 2020
22.5 C
Maricá

Itaipuaçu: Bomba caseira é jogada em casa de testemunha do caso Flordelis

Uma bomba caseira foi arremessada na madrugada do último sábado (04/09) na casa de Regiane Rabelo, uma das testemunhas nas investigações da morte do pastor Anderson do Carmo, marido da deputada Flordelis (PSD-RJ [suspensa do partido]).

A empresária é ex-chefe de Lucas Cézar dos Santos Souza, filho adotivo de Flordelis, preso acusado de envolvimento na morte de Anderson.

Os fragmentos do explosivo foram recolhidos e serão examinados por peritos. A empresária disse que a bomba foi jogada por volta de meia-noite num corredor externo de sua casa, localizada em Itaipuaçu, distrito de Maricá, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Ela estava com o marido no momento da possível tentativa de atentado. Regiane acredita estar sendo vítima de retaliações por ter denunciado Flordelis e outros membros da família à polícia.

Ao jornal O Globo, Regiane Rabelo declarou ter tomado “um susto”. “A mãe da minha vizinha chegou a se jogar no chão com o barulho. A intenção era me dar um susto mesmo, para eu calar minha boca. Mas isso não vai acontecer. Fiquei assustada, mas já passou. Agora que não vão me calar”. Declarou a empresária.

79,147FansLike
27,269FollowersFollow
2,753FollowersFollow
1,550SubscribersSubscribe