quinta-feira, 4 março, 2021
29.7 C
Maricá

Itaboraí reabre usina de asfalto fechada há oito anos

Graças a retomada da produção da usina de asfalto, a Secretaria Municipal de Obras iniciou nesta terça-feira (12/01) a restruturação das vias urbanas de Itaboraí. A ação será um alívio aos motoristas e pedestres que sofrem há anos com a buraqueira nas ruas do município. Sem funcionar há oito anos, o retorno das atividades da usina de asfalto foi um pedido pessoal do prefeito ainda na transição dos governos.

No segundo dia de gestão, o próprio prefeito Marcelo Delaroli esteve junto com o atual Secretário de Obras, Alessandro Ferreira Rodrigues, para visitar as instalações da usina e constataram que seria possível em curto prazo retornar a produção — sendo necessário providenciar insumos e deslocar alguns servidores para viabilizar as operações.

Com o aumento gradual da produção da usina será possível intensificar as operações de pavimentação. A intenção do prefeito Marcelo Delaroli é colocar a usina de asfalto para funcionar na sua capacidade máxima de 500 toneladas e, assim, aumentar a abrangência dos serviços de recuperação viária no município, primeiro atendendo os principais acessos da cidade, como a Avenida de 22 de Maio e ruas do bairro de Itambi.

“Produzir asfalto é mais barato e mais viável do que comprar no mercado. Por isso, é mais vantajoso para Itaboraí ter a usina funcionando. Durante os próximos dias iremos percorrer todo o centro da cidade com as máquinas. Onde houver buraco, vamos tapar. Também iremos recuperar as obras de pavimentação asfáltica que estavam paradas, como as do Centro. Temos muito trabalho pela frente”, destacou o novo chefe do Executivo.

Fechada há dois governos, a usina de asfalto apenas no início das atividades já produziu dez toneladas de asfalto que foram utilizadas na recuperação de sete quilômetros de ruas da ponte de Venda das Pedras, passando pela Avenida 22 de Maio até o bairro de São Joaquim.

“O município de Itaboraí carece de pavimentação adequada. Colocar novamente em operação a usina de asfalto é apenas o começo da transformação para as ruas de cada bairro da cidade. Em breve, teremos não só operações de tapa-buraco, mas iniciaremos a pavimentação de verdade”, afirmou o secretário de obras, Alessandro Ferreira Rodrigues.

A previsão da Secretaria Municipal de Obras é de que a usina aumente, já nos próximos dias, a produção diária para 40 toneladas. O órgão também iniciou a produção do Departamento de Artefatos responsável por fabricar tampas de esgoto, manilhas, blocos de tijolo, caixas de esgoto, canaletas e meios-fios.

Quem também comemorou o início das ações foi a dona de casa Vera Lúcia Barbosa, de 52 anos. “Sempre morei aqui e fiquei impressionada com a rapidez do início do recapeamento. Ele veio ao bairro no final de semana e anunciou que iria começar a tapar os buracos, o que de fato ocorreu”.

Apoie o 'Maricá Info'!

Apoie o JORNALISMO INDEPENDENTE. Clique aqui, faça uma contribuição mensal e ajude-nos a manter o nosso trabalho.

Maricá
céu limpo
29.7 ° C
31.1 °
29 °
61 %
1kmh
0 %
sex
31 °
sáb
28 °
dom
25 °
seg
24 °
ter
23 °