sexta-feira, 14 maio, 2021
23.2 C
Maricá

Maricá: Barreiras sanitárias impedem a entrada de mais de 10 mil veículos neste sábado

As barreiras sanitárias voltaram a atuar neste fim de semana com o objetivo de conter o risco de avanço da pandemia da Covid-19, na cidade. Instaladas pela Secretaria de Ordem Pública e Gabinete Institucional (Seop) nos pontos estratégicos do município, elas funcionam das 8h às 18h e impedem a entrada de motoristas que não sejam moradores da cidade. Neste sábado (10/04), 10.735 veículos foram abordados e 305 tiveram que retornar.

Os pontos de bloqueios são formados por agentes da guarda municipal, PROEIS, Defesa Civil e orientadores de trânsito. Eles estão localizados em 10 pontos da cidade: Estrada da Serrinha, Calaboca, Cajueiro, São José do Imbassaí, Zacarias, Bambuí, Espraiado, Ubatiba, Jaconé e Ponta Negra. Ao chegar aos locais com barreira, o condutor deve apresentar o comprovante de residência para dar continuidade ao trajeto. Caso não seja morador, ele é impedido de entrar na cidade.

Quem passou por esses obstáculos aprovou a operação. Na rotatória da Avenida Gilberto de Carvalho, em Itaipuaçu, a professora Sabrina Rosa Alvarenga, de 37 anos, deu sua opinião. “Acho importante para impedir que as pessoas fiquem pensando que estão de férias. É bom para evitar a transmissão do vírus que nos obriga a ficar mais tempo isolados”, afirmou a moradora de Itaipuaçu.

Para a analista financeira Bruna Barbosa, de 34 anos, as barreiras sanitárias mostram que Maricá está preparada para conter o avanço da Covid-19. “Acho importante porque as pessoas ficam cientes de que dentro de Maricá existe eficiência e uma organização na prevenção do coronavírus que está matando muitas pessoas no mundo”, afirmou. “É uma doença que nos deixa receosos porque não sabemos até quando isso vai continuar. Cabe a nós termos consciência”, completou.

Além de impedir a entrada na cidade de pessoas vindas de outros municípios, a fiscalização também aconteceu dentro de Maricá. Para coibir a aglomeração na praia, prática proibida pelo decreto municipal, a Secretaria de Proteção e Defesa Civil circulou pela orla com o apoio de 12 viaturas e de sua equipe composta por cerca de 40 servidores que abordavam àqueles que insistiam em descumprir as normas do decreto. Ao todo, 2.480 pessoas foram orientadas ao longo das orlas de Jaconé a Itaipuaçu.

Para fazer cumprir o decreto, a equipe abordou o casal Adilon dos Santos, de 42 anos, e Karen Rose, de 32 anos, que estava brincando com sua filha na areia da praia de Itaipuaçu. “Sentamos aqui um instante, não levou nem cinco minutos e já apareceu alguém da fiscalização. Isso é legal porque mostra que realmente está funcionando. Ainda mais com esse vento daqui da praia que ajuda muito a espalhar o vírus. Realmente a praia não pode ficar cheia não”, disse o marítimo que se retirou com a família do local.

Apoie o 'Maricá Info'!

Apoie o JORNALISMO INDEPENDENTE. Clique aqui, faça uma contribuição mensal e ajude-nos a manter o nosso trabalho.

Maricá
nuvens dispersas
23.2 ° C
24.4 °
22 °
83 %
3.1kmh
40 %
sex
23 °
sáb
23 °
dom
23 °
seg
24 °
ter
24 °
spot_img