20.4 C
Maricá
20.4 C
Maricá
quarta-feira, agosto 4, 2021

Maricá assina contrato de aquisição da casa de Beth Carvalho

Foi assinado pela Prefeitura de Maricá, na manhã desta terça-feira (22/06), na sede da Companhia de Desenvolvimento de Maricá (Codemar), o contrato referente à aquisição do imóvel que pertenceu à cantora e compositora, Beth Carvalho, falecida em abril de 2019. A residência, localizada na Praia de Cordeirinho, será transformada num museu em homenagem à eterna “Madrinha do Samba”.

“O que sempre sonhamos com a construção desse projeto é que possamos deixar vivo na sociedade a força do pensamento de figuras tão importantes como a Beth Carvalho. Não tenho dúvida, a partir da história de Beth Carvalho, e outras personalidades como Darcy Ribeiro, Maysa e João Saldanha, vamos conseguir resgatar um pouco do sentido de unidade coletiva, de sonhos coletivos e de sonhos que não se amarram por lógicas que se vinculam a ganho e perda monetária, mas se vinculam a valores, a juízos civilizatórios e que se relacionam com solidariedade e com humanidade”, afirmou Fabiano Horta, prefeito de Maricá.

Na avaliação do prefeito, Beth Carvalho é um valioso legado do povo brasileiro. “Beth é um símbolo da essência do povo brasileiro e como os nossos artistas, os nossos cantores, representavam isso para além das nossas diferenças. É preciso fazer esse sentimento renascer nas pessoas, é preciso nos enxergarmos como um todo e, para Maricá é muito especial ter um projeto que se vincula como o credo de que a humanidade pode se organizar de uma maneira diferente”, explicou.

Sentindo-se honrada, Luana Leal de Carvalho, filha de Beth Carvalho, confidenciou que a construção do museu desperta nela um sentimento de orgulho.

“Tem uma beleza muito grande em construir um museu em uma casa que a minha mãe escolheu para passar momentos da vida dela e, o que vocês estão fazendo aqui em Maricá, com suas políticas públicas e sociais, é um exemplo para o país e muito fidedigno com as ideais da minha mãe. Por isso, aceitei a criação deste espaço e fiz questão de que esse fosse o primeiro”, contou Luana. “Estou tentando seguir honrando a trajetória da minha mãe e Maricá tem uma ligação ideológica com tudo o que ela representava. Não é só um imóvel, há muito sentimento naquela casa, há muita intimidade, vivemos ali verdadeiramente e para mim é simplesmente uma hora”, disse visivelmente emocionada.

De acordo Olavo Noleto, presidente da Codemar, Maricá se propõe a ser uma cidade das artes, uma cidade que resgata o patrimônio histórico e cultural e que valoriza os seus heróis.

“Beth Carvalho é uma heroína da cidade e essa casa vai contar a sua história, a história do samba e também a história da democracia no Brasil. A Beth era uma guerreira em defesa da democracia, em defesa do povo brasileiro e ela misturou a sua trajetória que é a história do samba, a história da luta pela democracia, então a aquisição desse imóvel é o primeiro passo para contarmos essa história. Esperamos honrar a memória de Beth Carvalho e através da casa contar tudo isso para as próximas gerações”, frisou Olavo, anunciando em seguida a aquisição de outra importante residência em Cordeirinho.

“Nos próximos dias também será realizada a aquisição por parte da Prefeitura da casa onde morou a cantora Maysa. E, assim como a casa da Beth Carvalho e a Casa Darcy Ribeiro, a casa da Maysa também será transformada em um importante museu e irá integrar o projeto Orla do Samba e das Utopias”, anunciou. “Primeiro estamos adquirindo os imóveis para posteriormente divulgarmos um cronograma de execução e entrega do projeto”, finalizou Olavo.

Durante a solenidade também estiveram presentes o vice-prefeito, Diego Zeidan; o secretário de Turismo, Robson Dutra; o secretário de Cultura, Sady Bianchin; e demais autoridades municipais.

Acompanhe

84,640FãsCurtir
3,170SeguidoresSeguir
2,552InscritosInscrever
Parceirosspot_img