23.6 C
Maricá
sábado, setembro 18, 2021

PT tenta amenizar reações à fala de Quaquá após gritar: “É Castro-Lula!” em visita do Governador do RJ à Maricá

Após o governador do Rio, Cláudio Castro, que tem apoio do presidente Jair Bolsonaro, visitar Maricá na entrega do cheque de R$100 milhões pelo pagamento para o município por parte da venda da Cedae, uma fala causou uma imensa movimentação política.

Quaquá, ex-prefeito de Maricá, chegou a falar na cerimônia que em 2022 seria ‘Castro-Lula’, em alusão aos possíveis candidatos ao Governo do Estado e Presidência da República. Só que, ao atribuir ao governador Claudio Castro uma posição republicana, Quaquá causou desconforto na ala mais à esquerda do PT.

Em nota publicada por João Maurício, presidente estadual do PT, o dirigente informa que o PT tem diálogo aberto com os candidatos a governador do campo progressista, em prioridade de diálogo com os partidos, PSB, PCdoB, PSOL e PDT.

Após a nota, o prefeito de Maricá Fabiano Horta visitou com o deputado Marcelo Freixo lideranças trabalhistas no município de Campos dos Goytacazes. Muitos dizem que a visita de Horta a Freixo foi para apaziguar a então aliança de esquerda entre o PT de Horta e o PSB de Freixo.

Quaquá, que é vice-presidente nacional do PT, publicou no dia 26: “Pra deixar bem claro: Pra Governador do Rio eu apoio LULA PRESIDENTE.”

Anúnciosspot_img