25 C
Maricá
sábado, outubro 16, 2021

Maricá: Vereador Ricardinho Netuno volta a ser barrado após volta da exigência do ‘passaporte da vacina’

O vereador Ricardinho Netuno (Rep) voltou a ser barrado na Câmara de Vereadores de Maricá após a decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) que estabeleceu a volta da exigência de comprovante de vacinação no município em lugares públicos ou privados com mais de 15 pessoas.

Sem estar vacinado, Ricardinho não conseguiu entrar na Câmara e participou da sessão (que ainda está sendo feita por videochamada), do lado de fora. Na sessão dessa segunda-feira (04/10), Ricardinho Netuno, que vestia uma camisa escrito ‘transvacinado’, mostrou a sua indignação ao ser barrado no seu trabalho. Ele falou também da falta do equipamento para realização de mamografia em Maricá em pleno outubro rosa. “Ao invés de prevenir e cuidar, ficam fazendo marketing”, comentou Ricardinho, que disse ter testado positivo duas vezes.

Ele foi o responsável por entrar na justiça com um pedido para suspender o decreto e conseguiu, temporariamente, uma liminar que suspendia a obrigatoriedade de apresentação do comprovante de vacinação, chamado ‘passaporte sanitário’, em locais públicos ou privados em Maricá.

Agora, todos os estabelecimentos devem respeitar o decreto e exigir o comprovante de vacinação, além, claro, da obrigatoriedade do uso de máscara e distanciamento social. Muitos comércios, como supermercados, lojas, clínicas, restaurantes, entre outros, ainda não estão cumprindo o decreto e, pelo visto, não há fiscalização para fazê-lo ser cumprido.

Anúnciosspot_img