22 C
Maricá
sábado, junho 25, 2022

Em Itaboraí, prefeito exonera o vice-prefeito de secretaria e expõe racha com PT

Tanto o vice-prefeito Lourival Casula, quanto sua equipe, foram exonerados da Secretaria de Desenvolvimento Econômico pelo Prefeito de Itaboraí Marcelo Delaroli após uma reunião de apoio à pré-candidatura de Ricardo Geranius a Deputado Estadual.

A exoneração foi publicada no Diário Oficial de Itaboraí e expôs o racha entre o prefeito Marcelo Delaroli e agora seu ex-aliado Washington Quaquá. Delaroli tem seu irmão como pré-candidato a deputado estadual. Guilherme Delaroli foi candidato apenas a vereador em Maricá, terra de onde partiu a família Delaroli em direção à Itaboraí após perder três eleições consecutivas para o PT de Quaquá e Fabiano Horta.

Agora, Delaroli repete o ato feito por Quaquá em 2010, quando exonerou todos ligados ao vice-prefeito de Maricá Uilton Viana, que apoiou o processo de impeachment contra o então prefeito do município, Washington Quaquá.

A parceria entre o PT e os Delarolis em Itaboraí já nasceu com desconfiança e a aposta de muitos era que, mais cedo ou mais tarde, haveria o rompimento do grupo.

Maricá foi plataforma de campanha para Marcelo Delaroli em Itaboraí. Transporte gratuito e Moeda Social fizeram partes das promessas de campanha e a presença de Lourival Casula, que foi secretário em Maricá, dava a ‘credibilidade’ que a chapa precisava para a vitória.

Quaquá, articulador da chapa PT-Delaroli em Itaboraí, respondeu em seu perfil no facebook utilizando a lei da física: “A terceira lei de Newton afirma que toda ação corresponde a uma reação de igual intensidade, mas que atua no sentido oposto.”

À esquerda os irmãos Marcelo Delaroli (de regata) e Guilherme Delaroli (camisa preta). À direita o vereador de Maricá Hadesh (PT) e Quaquá.
spot_img
spot_img
spot_img