27 C
Maricá
sábado, novembro 26, 2022

Maricá lança polo de moda com cursos gratuitos

A indústria da moda está entre as maiores do mundo e no Brasil é a segunda maior empregadora, assim como é uma das principais responsáveis pela geração do primeiro emprego. Se tornar referência no Estado do Rio de Janeiro em confecção e moda sustentável é a previsão da Prefeitura de Maricá, que leva para cidade, a partir de 2023, o Polo de Moda de Maricá (Pomar), que vai oferecer à população cursos gratuitos e profissionalizantes na área.

O projeto é uma parceria entre a Prefeitura, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, o Senai Cetiqt (Centro de Tecnologia da Indústria Química e Têxtil do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) e a Codemar (Companhia de Desenvolvimento de Maricá). O termo de cooperação será assinado nesta quinta-feira (10), na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio.



O espaço de qualificação, funcionará no Flamengo, em Maricá, e irá disponibilizar cursos nas temáticas de modelagem, corte e costura industrial de vestuário, pesquisa, planejamento e desenvolvimento de produtos de moda e moda circular, visando beneficiar 500 pessoas diretamente e cinco vezes este número, indiretamente. Os cursos serão de nível introdutório até o profissionalizante.

“O Senai Cetiqt é um dos maiores centros latino-americanos de produção de conhecimento aplicado à cadeia produtiva da moda. O Polo de Moda de Maricá terá enorme importância no que diz respeito ao seu desenvolvimento econômico e social. O mundo pós-petróleo precisa ter geração de renda, com base sustentável e criativa”, comenta o prefeito Fabiano Horta.


O Pomar consiste em um arranjo produtivo regional localizado na cidade. A Indústria da Moda fortalecida significa desenvolvimento econômico, social e cultural para Maricá, Niterói, São Gonçalo, Itaboraí, Rio Bonito, Tanguá e Magé, com o viés da economia criativa, uma vez que coloca a criatividade como fator central para definir o valor de produtos e serviços.


“É uma grande satisfação para o Senai Cetiqt atuar, junto à Prefeitura de Maricá, em ações de capacitação profissional e de planejamento, estruturação e implementação na cidade de empreendimentos voltados à cadeia produtiva do setor de confecções. Tais atividades, que fazem parte de um projeto de desenvolvimento local e geração de trabalho e renda para a população, estão totalmente alinhadas à missão e aos propósitos de responsabilidade social do Senai Cetiqt, uma instituição que é referência em educação profissional e na prestação de serviços técnicos e tecnológicos para o futuro do trabalho e da indústria têxtil e de confecção brasileira”, celebra Sérgio Motta, diretor executivo do Senai Cetiqt.


Para o secretário de Desenvolvimento Econômico de Maricá, Igor Sardinha, o objetivo é trazer maior renda e geração de empregos. “Tudo isso, fomentando o desenvolvimento socioeconômico sustentável da cadeia produtiva da moda, realizando ações que promovam a qualificação profissional e melhoria no nível de maturidade de gestão dos negócios de moda, de seus processos, produtos e serviços na cidade”, explica Sardinha.


De acordo com a consultora de Economia Criativa da Codemar, Viviane Marins, esse é o maior valor já investido por um município brasileiro para construir e consolidar a indústria da confecção e moda como geradora de emprego e renda para a população.


“Um dos objetivos do projeto é formar um novo arranjo produtivo aos profissionais da área que atuam ou queiram atuar na cidade, criando um ponto de estímulo. O Rio de Janeiro já foi um dos maiores fornecedores de moda do Brasil. Realizando um estudo de mercado, enxergando valor e oportunidades que podem se desdobrar, queremos nos tornar referência em moda em nosso estado. Vamos fazer Maricá viver um epicentro como cidade criativa e nada melhor que a moda para isso, já que é um expoente no Brasil”, celebra Viviane.


Campanha do Pomar: Aqui, tudo vira moda


A marca Pomar – Polo de Moda de Maricá traz o conceito “Aqui, tudo vira moda”, uma vez que o espaço da diversidade criará raízes com criatividade, rendendo bons frutos e reproduzindo conhecimento. Cada indivíduo beneficiado nessa enorme cadeia produtiva será agente de transformação do setor e de sua própria vida por meio do empreendedorismo.


“Muitas mulheres construíram suas famílias com o esforço do trabalho como costureiras. A ideia do Polo de Moda é plantar uma semente que promete dinamizar a cidade no seguimento de confecções. Isso vai mexer muito mais que apenas com as pessoas que trabalham diretamente com moda. A proposta é reunir talentos, aprimorar habilidades e potencializar o desenvolvimento econômico e sustentável da região”, analisa o presidente da Codemar, Olavo Noleto.

Matéria: GB News

Acompanhe-nos no Google Notícias

Sem boatos, sem fofocas, apenas notícias relevantes para você ficar bem informado.

spot_img
spot_img
spot_img