Notícias de Maricá

Filhotes de tartarugas são resgatados em praia de Maricá

Na manhã de quinta-feira, 4 de dezembro, a Praia de Cordeirinho, em Maricá, foi palco de um belo acontecimento: o encontro e libertação de 13 filhotes de tartarugas ao longo da costa.

Segundo informações, o sargento Fábio Correa, experiente guarda-vidas há mais de 25 anos, foi abordado por uma mulher que havia encontrado os pequenos animais na areia. Ela os reuniu e os levou até a base dos profissionais.

“Ela disse que estava andando e viu os filhotes de tartaruga espalhados na areia e em pontos diferentes. Ela recolheu eles e trouxe para a nossa base. “Eu fiquei emocionado. Nunca tinha visto isso. Fizemos contato com especialistas e acompanhamos a soltura. Foi muito bonito”, contou.


Os especialistas convocados para esse evento foram do Projeto Aruanã e do Projeto de Monitoramento de Praias – Bacia de Santos (PMP-BS). Gustavo Abrahim, técnico do PMP-BS, identificou a espécie das tartarugas como “cabeçuda” (Nome Científico: Caretta caretta), comum na região.

“Apesar de ser comum não estamos falando de uma área de alimentação desse tipo de animal. Mas na época de desova elas nadam mais para a Costa. Na Região do Espírito Santo é área de desova, na Praia de Regência. Mas a desova em Maricá não é comum e o motivo dessa tartaruga mãe ter desovado nessa praia a gente não sabe. Mas acredito que seja um presente para a cidade”, frisou.

Ele também mencionou que, geralmente, as tartarugas retornam ao local onde nasceram para desovar, normalmente por volta dos 30 anos. “Se esses filhotes chegarem a essa idade, é provável que voltem para Maricá”, acrescentou.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo