Notícias de Maricá

Maricá reajusta valor pago aos inscritos do Programa de Proteção ao Trabalhador (PPT)

A Prefeitura de Maricá reajustou neste mês o valor pago aos 16.585 mil inscritos no Programa de Proteção ao Trabalhador (PPT), que tem por objetivo fomentar a economia e garantir proteção social a uma parcela dos trabalhadores maricaenses que, em sua maioria, atuam na informalidade. O beneficiário, que recebia R$ 650, passou a receber R$ 706 reais com a correção aplicada após aumento do salário mínimo estabelecido pelo governo federal.

“Quando elaboramos a lei, o prefeito determinou que em vez de um valor determinado colocássemos meio salário mínimo. Assim, conseguiríamos automaticamente entregar aos beneficiários a correção dos valores anualmente”, explicou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Igor Sardinha.

Criado pela Prefeitura de Maricá em 2022, o PPT é composto por dois benefícios: o de Estímulo à Produção (BEP) e o de Garantia de Direitos (Cota-10). No BEP, o trabalhador receberá mensalmente meio salário mínimo nacional em moeda Mumbuca. A ideia é que o valor seja utilizado para potencializar o negócio, seja para a compra de insumos, máquinas, investimento em divulgação ou mesmo como capital de giro.

O benefício Cota-10 consiste no depósito mensal, numa conta administrada pela Prefeitura, de 10% de seu faturamento mensal declarado pelo trabalhador, limitado ao teto mensal de três salários mínimos. Esse montante, também em mumbucas, só poderá ser sacado caso ocorra uma das hipóteses previstas no programa, como por exemplo a decretação de calamidade pública, o falecimento de um dependente, ou a aposentadoria do trabalhador, entre outras. O benefício funciona como uma proteção contra infortúnios que podem impedir que o trabalhador exerça sua atividade.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo