Notícias de Maricá

Hospital público de Maricá terá heliponto para agilizar atendimentos

O futuro heliponto no Hospital Municipal Dr. Ernesto Che Guevara, em São José do Imbassaí, será operado pelo Aeroporto de Maricá, sob a administração da Companhia de Desenvolvimento de Maricá (Codemar). A iniciativa visa aprimorar os serviços de resgate, proporcionando maior eficiência no transporte de órgãos e agilidade no atendimento a pacientes e acidentados, com o intuito de salvar mais vidas.

Com capacidade para operar a aeronave Sikorsky S-92, o maior helicóptero em atividade no Brasil, o heliponto do Che Guevara se destacará como o único entre os hospitais municipais a receber aeronaves de grande porte. As obras, iniciadas pelo Serviço de Obras de Maricá (Somar), já estão em andamento para criar um heliponto com 1.000 m². A previsão é que o funcionamento seja iniciado aproximadamente 60 dias após a conclusão dos trabalhos.

O Hospital Che Guevara, gerido pela Prefeitura de Maricá, é reconhecido como referência em saúde e qualidade, e esta iniciativa o posicionará como um dos poucos hospitais municipais no Brasil a contar com uma estrutura tão avançada.

A parceria entre Codemar, Somar e o Hospital Che Guevara tem como objetivo principal preservar vidas, reduzindo o tempo necessário para operações de pousos e decolagens de aeronaves de transporte aeromédico. Marta Magge, diretora de Operações da Codemar, destaca que a agilidade na captação de órgãos também será aprimorada, facilitando o processo dentro do hospital.

“Essa parceria entre Codemar, Somar e o Hospital Che Guevara busca exclusivamente preservar e salvar vidas, reduzindo o tempo das operações de pousos e decolagens de aeronaves de transporte aeromédico para resgate e salvamento”, afirma a diretora de Operações da Codemar, Marta Magge,

O Superintendente de Operações da Codemar, Isaac Nascimento, ressalta que, inicialmente, as operações serão realizadas por regras de voo visual, com planos futuros para operar por instrumentos, incluindo GPS para descidas em condições meteorológicas desfavoráveis.

“Primeiro, vamos fazê-lo funcionar e trazer benefícios para a cidade. A partir daí, vamos ver se os obstáculos nos arredores permitem uma aproximação mais complexa. A ideia é que seja o primeiro heliponto em hospital do Brasil a operar por instrumentos”, disse Isaac.

As obras do platô para o heliponto, realizadas pelo Serviço de Obras de Maricá (Somar), estão em andamento e devem ser concluídas nas próximas semanas. Após a conclusão, o Aeroporto de Maricá seguirá os procedimentos necessários com os órgãos reguladores, DECEA (Departamento de Controle do Espaço Aéreo) e ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil), para iniciar as operações.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo