26 C
Maricá
sábado, novembro 26, 2022

Em dois anos governo Quaquá recebe ‘enxurrada’ de denúncias

Do O São Gonçalo:

Perto de completar dois anos como prefeito de Maricá, Washington Quaquá (PT) não tem motivos para comemorar a data no próximo dia 1º de janeiro. Em 23 meses, a sua gestão é alvo de inúmeras críticas de ex-aliados como Ricardo Ferreira (secretário de Transportes em 2009) e mais recentemente Tiago Rangel (ex-subsecretário de Meio Ambiente e Urbanismo, exonerado no dia 1º/11), que revelaram irregularidades em licitações.
No fim do mês passado, Tiago entregou aos vereadores um dossiê com mais de 300 páginas que acusa o chefe do Executivo de desvio de verbas de obras em sete processos de compras, num total aproximado de R$ 15 milhões. As denúncias provocaram um grande racha na base aliada, que chegou possuir oito dos 11 vereadores e agora possui apenas cinco.
Já Ricardo Ferreira protocolou, no início do ano, no Ministério Público, em Maricá, diversas denúncias baseadas em vários decretos assinados pelo prefeito no Jornal Oficial de Maricá (JOM). Entre os fatos apontados como irregulares por Ricardo Ferreira está a nomeação da primeira-dama, Rosângela Zeidan, como secretária municipal de Direitos Humanos e Cidadania, onde teriam sido nomeadas 243 pessoas, contrapondo-se aos cortes de cargos comissionados anunciados por Quaquá em 2009.
Impeachment – Além de ex-integrantes do primeiro escalão municipal, a população também parece querer ver o prefeito pelas costas. Em maio, diversos grupos da sociedade civil fizeram um ato pedindo o impeachment de Quaquá.

Acompanhe-nos no Google Notícias

Sem boatos, sem fofocas, apenas notícias relevantes para você ficar bem informado.

spot_img
spot_img
spot_img