Início Maricá COMCID realiza seminário sobre o futuro de Maricá

COMCID realiza seminário sobre o futuro de Maricá

Maricá, 26/09/2011 – Foi realizado, neste sábado (24), no Colégio Santa Mônica no centro, um seminário sobre o “Plano Maricá 31”, realizado pelo COMCID ( Conselho da Cidade) e co-realizado pelo SAGRES (Instituto Sagres Políticas e Gestão Estratégica Aplicada), no qual foi apresentado um plano, elaborado através de um estudo técnico, para o município daqui a 20 anos, ou seja, para o ano 2031.
Participaram como palestrantes, o presidente do COMCID, César Augusto, Raul Sturari pelo Instituto Sagres e Maurício Nascimento, morador da cidade.

Segundo Nascimento, o Plano Maricá 31 é um plano estratégico para 20 anos com objetivo de mobilizar a população através de um projeto de lei popular que pode ser encaminhado pelo COMCID. Frisou também que esse projeto não é uma missão da prefeitura, mas sim do município e a técnica que se faz não é a da adivinhação, haja vista que tal estudo foi elaborado visando um município com identidade geoeconômica e social definida e com qualidade de vida. Para tanto, em sua explanação, enumerou os aspectos relevantes desse estudo, dentre os quais, educação de qualidade, modernidade e inovação, valorização do patrimônio natural ambiental, qualidade de vida, sociedade solidária, mobilizada e participativa, empreendedorismo e respeito à diversidade cultural, regional e étnica, assim, estabelece-se uma forma inovadora de gestão e um plano estratégico para a cidade. “A nossa proposta é darmos um instrumento para que a cidade possa se desenvolver, pois se não tivermos tal instrumento vamos ficar à mercê das ondas”, ressaltou. 
Ainda, em sua oratória, Maurício Nascimento enfatizou que não se trata de um plano diretor, mas sim de de um plano estratégico e vai se iniciar, inclusive, um projeto de educação na cidade.
Durante a sua palestra, Nascimento foi interrompido por alguns dos presentes. Num desses apartes, Conceição Koide, do Conselho Comunitário de Maricá e presidente da APAC  mostrou-se preocupada no sentido de que esse empreendimento acabe fazendo com que a população vire “massa de manobra”, entretanto gostaria que o mesmo fosse levado adiante e que tivesse uma revisão para que não se transformasse num projeto baseado, apenas, em sentimentalismo. 
Nascimento disse que o projeto garante direitos que devem ser preservados. “Nós somos a cidade e estamos invertendo os papéis, deixando de ser massa de manobra. Nós não queremos ser os salvadores da pátria! Estamos apresentando um projeto para a cidade e o desejo que nós temos é um desejo de vitória”, concluiu.
Estiveram presentes a este seminário, além de moradores, algumas personalidades do mundo político da região, entre eles o presidente do PPS, Fábio Garcia e o pré-candidato Hélcio Ângelo. 
[Fonte: Itaipuaçu site]

COMCID

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor colocar seu nome aqui