Notícias de MaricáSaúde

Maricá: Laboratório municipal confirma morte de menina por meningite

Mesmo após vir à luz a informação de que a menina Giovanna Rodrigues Cézar, de apenas 4 anos, teria caído de uma escada na escola onde estudava, conforme noticiou o jornal ‘O Globo’, a Coodenação de Comunicação da Prefeitura de Maricá emitiu uma nota informando que o laboratório municipal confirmou a morte por meningite e que, entretanto, enviou a amostra do sangue para ser analisado pelo laboratório do Hospital dos Servidores do Estado.

De acordo com a Prefeitura, a menina deu entrada no Hospital Municipal Conde Modesto Leal pela última vez em estado gravíssimo e que o pediatra fez o atendimento de emergência mas a menina sofreu parada cardíaca e não resistiu. “A Secretaria de Saúde esclarece ainda que a paciente deu entrada no Hospital Municipal Conde Modesto Leal na terça-feira (10) em estado gravíssimo – sem reflexos e não atendia a nenhum estimulo do pediatra que fez o atendimento na emergência – e faleceu após uma parada cardíaca.” Informou a Prefeitura através de nota.

Morte pode ter outra causa

De acordo com reportagem veiculada no site do jornal ‘O Globo’, a morte da menina pode ter sido causado após uma queda que ela sofreu na escola onde estudava. “O laudo do IML não saiu ainda. Chegaram a levantar a hipótese de meningite, que foi descartada só pouco antes do enterro. Outra possível causa para a morte é que ela caiu e machucou o pescoço.” Disse o pai da criança, Ramon Silva Cézar, de 31 anos. “Ela só disse que tinha caído no hospital, mas fizeram apenas um raios-X, que não detectou nada. Acredito que se fizessem uma ressonância ou um exame mais detalhado, identificariam a real causa da dor, que já durava dois dias. Eu só quero uma apuração séria, para que nenhum outro pai passe por esse tipo de negligência.” Contou.

Confira a Nota da Prefeitura na íntegra:

“A Secretaria Adjunta de Saúde informa que dois pediatras estavam escalados para o plantão de domingo (08/11) no Hospital Municipal Conde Modesto Leal e que vai apurar o motivo das faltas. Já para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Inoã, a secretaria está com dificuldade para contratação de pediatra e, por enquanto, o atendimento não é realizado aos domingos. A Prefeitura acrescenta que o laboratório municipal confirmou a morte por meningite, mas amostras do sangue foram enviadas para análise no laboratório do Hospital dos Servidores do estado e o laudo definitivo ficará pronto nesta quinta-feira (12/11).

A Prefeitura reforça que a família de Giovanna Rodrigues Cezar já foi imunizada e a Secretaria Adjunta de Assistência Social colocou equipes de psicólogos à disposição. A Secretaria Adjunta de Educação informa que aulas na Escola Municipal Reginaldo Domingues dos Santos, em Ponta Negra, foram suspensas esta semana e descarta qualquer acidente com a criança na unidade na sexta-feira (06/11) – o último registro aconteceu no dia 28/10.

A Secretaria de Saúde esclarece ainda que a paciente deu entrada no Hospital Municipal Conde Modesto Leal na terça-feira (10) em estado gravíssimo – sem reflexos e não atendia a nenhum estimulo do pediatra que fez o atendimento na emergência – e faleceu após uma parada cardíaca”.

Separar Banners

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo