Início Notícias de Maricá Maricá: Prefeitura inaugura aeroporto para aviões de pequeno e grande porte

Maricá: Prefeitura inaugura aeroporto para aviões de pequeno e grande porte

Para a ANAC, aeroporto de Maricá continua operando. (Foto: Pedro Henrique Salgado)

Prestes a ser reaberto, o Aeroporto de Maricá deve simbolizar, para o município da Região Metropolitana, mais um passo além da tendência a ser cidade-dormitório. O objetivo da administração é que as melhorias na estrutura e a expansão das operações aumentem o fluxo de voos e atraiam mais pessoas a Maricá. A reabertura será neste mês, junto às comemorações do aniversário de 204 anos da cidade.

Para o presidente da Companhia de Desenvolvimento de Maricá (Codemar), empresa municipal à frente da obra, José Orlando Dias, a revitalização vai ser economicamente muito relevante. “O aeroporto será um importante equipamento na atração de empresas, indústrias e serviços. Maricá vai se transformar, através do aeroporto e do fomento ao turismo, em uma cidade que vai gerar empregos e renda para a população”.
O aeroporto passou por melhorias no hangar, na pista e no pátio, além de contar com um novo terminal de passageiros. Outra novidade é a implementação do serviço de abastecimento de aeronaves. O local também está sendo preparado para receber vôos de operação offshore, em atendimento a plataformas de petróleo. “A localização da cidade é estratégica, próxima ao Rio e ao Complexo Petroquímico, em Itaboraí. Deve movimentar vários voos diários em direção às plataformas na Bacia de Santos”, explicou a Codemar. A empresa credita o empreendimento ao fato de Maricá ter a maior arrecadação de royalties do país.

O aeroporto funcionará para aeronaves de pequeno e médio porte. “A expectativa é de que o aumento dos voos aconteça gradativamente, e muito significativo. A estrutura construída deve facilitar que a aviação geral use o aeroporto como rota”, explica a Codemar.

Presente de aniversário
A cerimônia de reabertura será dia 25 de maio, junto às comemorações do aniversário de 204 anos da cidade. Haverá uma entrega parcial das obras realizadas. Além do presidente da Codemar, estarão presentes o prefeito de Maricá, Fabiano Horta; o Secretário de Desenvolvimento Econômico, Comércio e Petróleo de Maricá, Alan Novais, e autoridades políticas, de aviação, do setor aeroportuário e de empresas operadoras de petróleo e gás.

A nova entrega inclui investimentos em segurança, equipamentos e treinamentos para as equipes de operação aeroportuária. Por conta do plano de desenvolvimento do município, a administração do aeroporto ficará à cargo da empresa municipal responsável.

Matéria: Jornal O Dia

3 COMENTÁRIOS

  1. Não consigo entender, como este governantes de maricá batem na mesma tecla alimentando uma ilusão para população. com oportunidade de futuros investimentos,turismo é maior oportunidade de empregos para população.
    MARICÁ infelizmente não tem nenhuma infraestrutura (ÁGUA / ESGOTO),para a sobrevivência é sobre vida do comercio local para os morados.
    IMAGINEM atrai um numero maior de visitantes (CAOS)
    IMAGINEM quem vai investir num município sem ÁGUA (CAOS)
    IMAGINEM o que o visitantes pensão do município sem água e esgoto (VERGONHA ou ABSURDO)

    MARICÁ não faz nenhum investimento serio (ÁGUA/ESGOTO),para no futuro atrair grandes e pequenos investidores é com isso criar milhares de empregos para população dentro do município.

    ESTES GOVERNANTES SÓ PENSÃO EM AUMENTAR A ARRECADAÇÃO DE ROYALTIES.

    Com isso vamos perdendo grandes oportunidades é qualidade de vida em MARICÁ.

  2. Quem entende de aeroporto é o prefeito anterior, sr. Quaquá que invadiu o aeroclube expulsando o Aeroclube Escola de Pilotagem de Maricá (AEPM, conforme foto da matéria) e várias oficinas homologadas. Invadiu a pista com a Guarda Municipal interditando a pista (a revelia da ANAC) com carros que causaram diversos incidentes e acidentes causando a morte de um juiz. Maricá era referência no Brasil com sua escola de pilotagem.
    O aeroclube foi saqueado e houve desemprego de quem lá trabalhava. O estrago já foi feito, Maricá virou referência negativa no mundo da aviação. Destroem o que já existia e agora prometem mundos e fundos que só beneficiará a classe política. A meu ver estão alardeando o que já existia e eles mesmo destruiram. Deprimente!

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor colocar seu nome aqui