A Subsecretaria de Meio Ambiente de Maricá prepara uma ação para mapear as ocupações irregulares dentro da Área de Proteção Ambiental (APA) do município, que fica região de restinga entre a Barra e Itaipuaçu. A medida foi decidida depois de uma inspeção realizada por técnicos do Instituto Estadual do Ambiente, na manhã desta quarta-feira (30/3).
O sobrevoo passou também pelo Parque Estadual da Serra da Tiririca, entre Maricá e Niterói. De acordo com os técnicos, que estavam acompanhados por representantes da Coordenadoria Integrada de Combate a Crimes Ambientais (Cica) e da Promotoria do Meio Ambiente do Ministério Público, o resultado da inspeção foi considerado positivo, pois foram identificadas poucas áreas de ocupação irregular na APA. Mesmo assim, o órgão municipal garantiu que vai agir em breve.
“Já sabemos onde existe um adensamento desses locais e, realmente, é uma área pequena. Vamos agora buscar mais informações junto ao Inea e analisar a real situação mais profundamente para, depois, realizar uma ação conjunta por terra”, antecipou a subsecretária Deborah Dias, acrescentando que a APA de Maricá tem uma dimensão total de 909 hectares. 
[Fonte: SECOM]

1 comentário

  1. denunciamos as construçoes desordenadas e asseoramentos da lagoa ,av beira mar como esta no google, a prefeitura que ate hoje nada fizeram . obras com grande risco de acidentes graves,com passar do tempo esta crescendo .

Deixe uma resposta

Escreva seu comentário!
Digite seu nome