Notícias de Maricá

Maricá (RJ) pagou R$53 milhões nas estacas pranchas

Erramos! Esse texto contém informações equivocadas como a quantidade de peças de estacas prancha. Clique aqui e leia mais.

A Prefeitura de Maricá pagou mais de R$50 milhões nas estacas pranchas, materiais de ferro para construir contenções, como as instaladas na orla de Itaipuaçu e as da orla de Guaratiba que foram removidas com a força das ondas na última ressaca.

Segundo os dados do Portal da Transparência, o montante de R$28 milhões foi pago em 2019 e outros R$25 milhões em 2020, totalizando um total de R$53 milhões em impressionantes 4.151.855 estacas pranchas. São mais de 4 milhões de peças que, se instaladas lado-a-lado, poderiam cobrir uma distância de impressionantes 2.000km. Uma curiosidade é que o litoral de Maricá, do Recanto de Itaipuaçu a Jaconé é de cerca de 40km.

São tantas estacas pranchas que a Somar, empresa pública responsável pelas obras em Maricá, decidiu instalar em canais, como no canal de Guarapina, entre Cordeirinho e Bambuí.

Devido ao valor gasto e com os problemas ocorridos na última ressaca, mostrando que as estacas pranchas não foram suficientes para conter a ressaca, um grupo oposicionista protocolou uma denúncia no Ministério Público cobrando os estudos feitos pela Somar, assim como as licenças necessárias para a instalação das estruturas.

Portal da Transparência mostra pagamento das estacas pranchas em 2020.
Portal da Transparência mostra pagamento das estacas pranchas em 2019.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo