21 C
Maricá
quinta-feira, maio 26, 2022

Em Maricá, vereadores voltam a discutir serviço prestado pela Enel

Os vereadores voltaram a falar sobre o fornecimento de energia em Maricá durante sessão ordinária desta segunda-feira (14). Os parlamentares lamentaram o serviço prestado pela Enel no município e pediram ação concisa e eficaz no trabalho feito pela companhia na cidade. Também foi votada uma moção de repúdio, de autoria do vereador Ricardinho Netuno, à concessionária. O presidente da Câmara, Aldair de Linda, ressaltou outro problema resultante dos serviços da companhia. Aldair também sugeriu que a companhia possa pagar pelo uso do solo ao colocar postes na cidade. “Estamos tendo um problema sério com invasão de terrenos em Maricá e parte disso é culpa da Enel. Qualquer pessoa chega lá pedindo energia e a companhia coloca um poste de luz com a apresentação de qualquer comprovante. Eles têm que cobrar documentos como escritura e registro do terreno porque dessa forma é possível frear as invasões no município”.

O vereador Cemar, presidente da CPI da Enel, informou que haverá um encontro entre representantes da Enel e os demais vereadores para que sejam cobrados esclarecimentos dos serviços prestados. “Estamos recolhendo as assinaturas para levar ao Ministério Público. Os representantes da Enel virão aqui à Câmara no dia 25 às 10h30min para estabelecer um diálogo”.

O vereador Ricardinho Netuno (PR) contou a experiência ruim com a companhia ao tentar atendimento na unidade da Enel de Maricá. “Já fizemos CPI, já discutimos em sessões e está cada vez pior. Fui tentar pedir uma nova instalação e tive que agendar. Agendei para as 10 horas e só fui atendido às 14 horas da tarde. Fiquei ao lado de fora no sol esperando. São apenas dois funcionários para atender centenas de pessoas”.

O vereador Rony Peterson (MDB) sugeriu que seja criado um plano de ação a ser enviado, com antecedência, à Enel para que a companhia apresente as respostas na reunião do dia 25. O vereador Dr. Felipe Auni (PSD) sugeriu convidar deputados estaduais e federais para a reunião. A vereadora Andrea Cunha (PT) estendeu o convite à deputada estadual, Rosângela Zeidan.

O vereador Danilo Santos (PDT) lamentou que a população pague contas de energia elétrica tão altas. “Peço que façam contato com o Procon de Maricá para que acionem a Enel para frear esse aumento na conta. Mais de 50% da renda familiar está sendo revertida para pagamento de conta de luz”.

O vereador Dr. Richard (PC do B) também demonstrou insatisfação com a Enel. O vereador Xandi de Bambuí (PC do B) também reclamou dos serviços prestados pela concessionária. Ele alegou que há sempre muita demora para que seja feita a troca de postes quando necessário. O vereador Frank Costa (Avante) afirmou que recebeu diversos relatos de aumentos abusivos nos valores das contas.

spot_img
spot_img