Início Notícias de Maricá Maricá: Vereador Poubel defende intervenção militar e diz que Deputada Zeidan defende...

Maricá: Vereador Poubel defende intervenção militar e diz que Deputada Zeidan defende vagabundo

O vereador oposicionista Filipe Poubel (DEM) voltou novamente a defender a intervenção militar no estado do Rio de Janeiro e acusou a deputada estadual Rosângela Zeidan (PT), de defender vagabundo.

“Ao invés da deputada estar preocupada de acionar o MPF para fiscalizar as ações dos militares na intervenção, coibindo, intimidando os militares no exercício da sua função, ela deveria defender uma causa de excludentes de ilicitude para ao invés de punir quem nos protege, defender e garantir que nossos soldados não sejam punidos quando precisarem agir com a força contra a bandidagem” falou Poubel na tribuna da Câmara.

Poubel comentou que a Deputada Zeidan não se manifestou pela morte dos 19 policiais mortos no Rio de Janeiro neste ano e lembrou que Zeidan utiliza policiais como segurança, policiais que poderiam reforçar o policiamento nas ruas. “Só nesse ano, 18 policiais militares e 1 sargento do exército foram assassinados e a deputada em nenhum momento de manifestou em solidariedade a essas vítimas. Mas quando a bandidagem está na mira do fuzil ela vai até o MPF e pede fiscalização, é muito fácil defender vagabundo, defender bandido e andar pra cima e pra baixo com seguranças armados” Comentou.

Poubel, que é oposicionista ao governo do PT em Maricá, disparou para cima da deputada Zeidan, comentando que a mesma votou pela aprovação das contas do governador Pezão, que faliu o Estado do Rio, além de ter votado no deputado preso Jorge Picciani para presidente da Alerj. “Ela como fiscalizadora do estado, ao invés de tentar inibir as ações dos militares contra a vagabundagem, ela deveria denunciar no MPF o bandido do Pezão, pela incompetência administraria que levou o nosso estado ao verdadeiro caos, mas jamais ela vai fazer isso, pois ela come no mesmo coxo, pois aprovou as contas desse bandido mesmo quando o parecer do TCE orientava que não fossem aprovadas. Tudo farinha do mesmo saco!” Concluiu o vereador.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor colocar seu nome aqui