Início Notícias de Maricá Maricá: Vereadores denunciam vandalismo em Ponta Negra

Maricá: Vereadores denunciam vandalismo em Ponta Negra

Os vereadores voltaram a denunciar os atos de vandalismo que estão ocorrendo em Ponta Negra, durante a sessão ordinária desta quarta-feira (5), na Câmara Municipal de Maricá. Segundo os parlamentares, vândalos estariam destruindo veículos e sujando as ruas e o canal, que é um dos principais pontos turísticos da cidade.

O vereador Ismael Breve (DEM) sugeriu reuniões para solucionar o problema. “Falei em março deste ano que foi uma bagunça o Carnaval em Ponta Negra. Eu já disse que precisamos fazer uma reunião para acabar com isso”.

O vereador Filippe Poubel (PSL) informou que também tem recebido denúncias sobre desordem no bairro. “Ponta Negra está uma bagunça generalizada. Estive lá no domingo e pude constatar isso. Pessoas de fora vêm para Ponta Negra, sujam tudo e deixam lixo para o pessoal da limpeza. Estão dando dor de cabeça para os comerciantes. Até ônibus de excursão estrou lá”.

Chiquinho (PP) informou que recebeu um vídeo mostrando vândalos quebrando carros no mesmo bairro. Ele pediu intervenção rápida da Secretaria de Segurança.

O presidente da Câmara, Aldair de Linda (PT), explicou que Itaipuaçu também enfrenta problemas com excursões. “Domingo tinha ônibus com pessoas fazendo despacho na praia com flores. Temos uma lei do vereador Hélter proibindo isso. Temos que inibir esse tipo de ação. Não queremos que as pessoas deixem sua religião, mas que tenha local para deixar seu despacho. Temos que ter um grupo para fiscalizar isso”.

Obras – O vereador Ismael Breve elogiou o trabalho feito pela Secretaria de Economia Sustentável. Já o vereador Tatai (PTB) agradeceu ao secretário de Conservação, Adelso Pereira, pela poda de uma árvore que estava colocando em risco a vida dos moradores no Spar. O parlamentar levou pedidos de asfaltamento para Cassorotiba. “Queria agradecer ao Adelso porque no Spar tinha uma árvore muito grande e hoje pela manhã já havia um caminhão lá com funcionários fazendo a poda.”.

Novos assaltos em coletivos – O vereador Chiquinho (PP) voltou a denunciar assaltos nos coletivos que ligam Rio e Niterói a Maricá. “Mais dois ônibus assaltados da Viação Nossa Senhora do Amparo. Tem moradores da cidade sem ir trabalhar porque estão com medo de pegar ônibus”. Chiquinho convidou os vereadores para se reunirem ainda nesta quarta-feira com representantes da Viação Nossa Senhora do Amparo. Filippe Poubel (PSL) informou que se encontrará com o novo Comando da Polícia Militar para pedir mais policiamento na região do Into com o objetivo de inibir casos de assaltos em coletivos.

Educação e Saúde – O vereador Ricardinho Netuno (Patriotas) pediu a implantação de uma escola no bairro Territorial. “Quero falar sobre a indicação que fiz para a construção de uma escola no bairro Territorial. Até hoje a promessa de escola para aquela região ficou apenas na promessa. A população cresce ali a cada dia e eles estão sem escola até hoje”.

O vereador Filippe Poubel (PSL) denunciou falta de médicos na Unidade de Pronto Atendimento (UPA). O vereador e presidente da Comissão de Saúde, Dr. Felipe Auni, explicou que há falta de pediatras em todo país. “Temos um problema no Brasil com a falta de pediatras. Somos o município do Rio de Janeiro que mais bem paga esses médicos. Precisamos de indicação para contratar”.

Ordem do Dia e Moções – Foi votada moção de autoria do vereador Cemar (Solidariedade) a Janaína de Fátima Freitas. Os parlamentares votaram moção de autoria do vereador Marcus Bambam (PV) ao doutor José Rodrigues Junior. O mesmo vereador homenageou a policial Lindaura de Souza com uma moção. Já o vereador Felipe Paiva deu moções a Beatriz Silva Gomes e Andreza Silva Gomes Nascimento.

Sessão Extraordinária – Foi votada e aprovada por unanimidade a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO).

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor colocar seu nome aqui