Início Notícias de Maricá Hospital de Maricá recebe novos aparelhos de ar condicionado

Hospital de Maricá recebe novos aparelhos de ar condicionado

A Clínica Médica do Hospital Conde Modesto Leal, onde estão localizadas as enfermarias femininas e masculinas ganharam na última sexta-feira (21/12) 12 aparelhos de ar condicionado com 12 mil btus. No centro cirúrgico, no berçário, na maternidade e na sala de trauma que já possuíam aparelhos antigos sem funcionamento por causa da necessidade da Enel (concessionaria responsável pelo fornecimento de energia da cidade), reforçar a fiação, aparelhos mais modernos substituíram os que já existiam. Segundo a secretária de Saúde, Simone Costa e Silva, enquanto a subestação está sendo realizada pela Enel junto a prefeitura, os aparelhos funcionam ligados a geradores. “Ainda não temos um prazo, mas estamos trabalhando para que a execução seja o mais precoce”, disse Simone.

Enfermeira e coordenadora do setor, Michelly Nunes, explicou que a instalação dos aparelhos, principalmente na Clínica Médica, era de extrema necessidade, por isso há cada três meses ao longo dos últimos seis anos, sempre solicita os equipamentos. “Aqui nessa parte é muito quente. Quando fazia 40 graus, a sensação era de 43 graus. Por se tratar de uma área onde ficam muitos pacientes idosos e com quadros clínicos como hipertensão, diabetes, AVC e infarto, eles precisam de um ambiente mais fresquinho”, disse Michelly, ressaltando que com a baixa temperatura era frequente que os pacientes descompensassem.

“Eles faziam sudorese, ficavam mais agitados, impacientes e muitos acabam até mesmo, fazendo hipotermia. Com o ar condicionado melhorou bastante. Eles ficam mais tranquilos. Agora, com dois ar condicionados por enfermaria, sentem até frio, mas aí têm a opção de colocar o cobertor. Muitos casos melhoraram cerca de 30%. Até para nós, funcionários, que fazíamos os procedimentos suando o tempo todo”, explicou a coordenadora.

Morador de Santa Paula, Isoeny Souza que possui coração grande e está internado no local há cerca de 20 dias, depois que os aparelhos foram instalados, ficar hospitalizado ficou menos difícil. “Aqui era muito quente. Eu vi colocarem os ar condicionados e posso dizer que agora ficou bem melhor”, declarou.

Acompanhando o pai Damião Vasconcelos de 79 anos, Denilza Schimit de 50 anos, moradora do Residencial Carlos Alberto Soares de Freitas (condomínio do Minha Casa Minha Vida de Inoã) concorda que os aparelhos melhoraram as condições do espaço. “Agora está uma beleza. Aqui estava um calor, que o ventilador não dava vazão. Com o ar condicionado ficou ótimo”, admitiu, enrolada num cobertor.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor colocar seu nome aqui