Cidadão pede o impeachment do prefeito de Maricá

Contrariado com a forma com que a cidade está sendo administrada e inconformado com o descaso, o cidadão Robson Giorno, protocolou na tarde da última segunda-feira (10) na Câmara de Vereadores o ‘impeachment’ do prefeito de Maricá, Washington Quaquá (PT).

O pedido protocolado por Robson Giorno tem como base o não cumprimento de promessas feitas e assinadas em uma reunião ocorrida no dia 25 de junho de 2013, após a manifestação que levou milhares de pessoas para as ruas do Centro de Maricá.

[blockquote style=”style-1″ icon=”none”]Impeachment é um termo proveniente do inglês que significa impedimento. Na política, impeachment é um instrumento pelo qual é pedida a cassação do chefe do poder executivo nacional, estadual e municipal. [/blockquote]

As promessas, com datas previstas para realização das obras e conclusão das mesmas, foram assinadas pelo prefeito de Maricá, Washington Quaquá (PT). O pedido de impeachment também inclui a péssima qualidade da merenda das escolas públicas municipais, a falta de investimentos na área da saúde – citando que o hospital não realiza cirurgias eletivas há mais de oito meses -, a péssima qualidade das obras, o repasse de mais de R$5.000.000,00 (Cinco milhões de reais) para a Grande Rio, a ausência do prefeito de Maricá em viagens por um tempo superior ao permitido em lei sem autorização da Câmara de Vereadores, além do superfaturamento da construção da Ponte da Barra (R$10 milhões por 172 metros de ponte) e o uso indevido dos royalties para o Assistencialismo Social (moeda social Mumbuca).

O impeachment tem como base o artigo 37 da Constituição Federal, que trata dos deveres dos chefes dos executivos (Municipal, Estadual e Federal), pedindo a cassação do prefeito de Maricá, Washington Quaquá (PT) por improbidade administrativa, assim como a suspenção de seus direitos políticos, a indisponibilidade dos bens e o ressarcimento ao erário.

Giorno lembra que todo cidadão é igual por lei. “Qualquer pessoa pode propor uma ação popular para anular um ato que possa ser lesivo ao patrimônio público, como obras superfaturadas e repasses para escolas de samba de fora do município.” Disse.

Uma funcionária da Câmara de Vereadores que não quis se identificar por medo de represálias, comemorou. “Até que enfim alguém fez alguma coisa. Esse descaso não pode continuar.” Disse.

O pedido de impeachment deverá ser votado nas próximas sessões legislativas no plenário da Câmara Municipal de Maricá.

Redação Maricá Info

Levamos até você um jornalismo crítico, com imparcialidade e independência editorial. Aqui você tem voz, participe! Envie sugestões de reportagem e denúncias para o nosso Whatsapp: (21) 99621-9049.

Um comentário em “Cidadão pede o impeachment do prefeito de Maricá

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inline
Inline