Maricá: Obras atrasadas há quase um ano na Casa de Cultura

Maricá: Obras atrasadas há quase um ano na Casa de Cultura

Previsto inicialmente para terminar em maio de 2015, as obras de reforma e restauração da Casa de Cultura de Maricá, localizada na praça Orlando de Barros Pimentel, no Centro, está com o cronograma atrasado.

O local, que antes funcionava como um museu da cidade, com peças de antigas fazendas que contava a história do município, encontra-se hoje com as obras paradas. O custo total da reforma foi estimado em mais de R$ 560 mil, sendo a obra conduzida sob a responsabilidade do restaurador Alexandre Shiachticas e do arquiteto da Secretaria Municipal de Obras José Antônio Frasson Fulgêncio. As intervenções englobam a troca do piso de ardósia por lajotões coloniais de barro antigos; limpeza das peças de granito das cantareiras no batente das portas; retirada do forro do teto do térreo – deixando o vigamento de madeira exposto – e colocação de barrotes de madeira; colocação de telhas originais moldadas da mesma forma que eram feitas pelos escravos, na coxa; padronização do piso de tábua no segundo andar; pintura interna e externa de todo o prédio, dentre outras.

A Prefeitura Municipal de Maricá informou, através de nota, que a Caixa Econômica Federal, a quem cabe o repasse, solicitou a readequação do orçamento em função de problemas de estrutura física do imóvel que só foram detectados após o início dos trabalhos, o que está sendo feito. A previsão é reiniciar as obras em maio, após análise dos documentos pela Caixa. A restauração de um imóvel com mais de 200 anos é extremamente complexa e está sendo acompanhada e certificada pelo Inepac.

Segurança MaricáMaria da Praça Marica