População e vereadores eleitos pedem mais segurança em Maricá

Centenas de pessoas reuniram-se em Itaipuaçu neste domingo (6) para pedir mais segurança para o bairro e para o município de Maricá. A manifestação pacífica, realizada pelo grupo ‘Itaipuaçu que queremos’, aconteceu na Praça do Barroco durante a manhã. A ação contou também com a participação dos vereadores eleitos Filippe Poubel (DEM), Marcinho da Construção (DEM) e Ricardinho Netuno (PEN).

De acordo com dados do Instituto de Segurança Pública (ISP) só em setembro deste ano aconteceram cerca de 213 delitos entre roubos e furtos, mais de 500 registros de ocorrência, além de casos recentes de homicídios em Maricá. A população, sem saída, promoveu a manifestação e criou um abaixo-assinado para chamar a atenção do poder público para a falta de segurança e cobrar medidas para redução da criminalidade na cidade.

Moradores cobraram ação efetiva da guarda municipal, mais policiamento nas ruas, aumento no efetivo de Policiais Militares na cidade, monitoramento por câmeras da prefeitura, a construção de uma delegacia especializada de Atendimento a Mulher (Deam), entre outras reivindicações.

Para o vereador eleito Filippe Poubel segurança pública é uma questão de prioridade. “Não temos a sensação de segurança na cidade, precisamos cobrar a segurança pública para Maricá. Tratar de segurança pública é uma questão de prioridade, nossa cidade vem sofrendo com os altos índices de criminalidade e um Prefeito não pode atribuir a responsabilidade somente ao Estado, tem que ter coragem para dialogar com a esfera Estadual e Federal. É preciso criar mecanismos no município como o fortalecimento da guarda municipal. Queremos que nossa população volte a ter a sensação de segurança no seu ir e vir”, disse Poubel.

A falta de Iluminação pública é a maior aliada da criminalidade lembra o vereador eleito pelo PEN, Ricardinho Netuno. “A polução triplicou e contamos com o mesmo contingente de policiais, precisamos aumetar o efetivo para atender nossa cidade. A maior cobrança da população local é a falta de Iluminação pública, pois sabemos ela é a maior aliada a criminalidade, estamos vivendo uma guerra civil ainda não declarada, o Estado falido, os profissionais de segurança com salários atrasados e os marginais com melhores armamentos e bem informados sobre a nossa policia. Precisamos mudar essa realidade e vamos cobrar providencias do poder público”, concluiu Ricardinho.

O vereador Marcinho da Construção, já foi vitima da violência na cidade e conta com ajuda de todos para mudar a realidade da falta de segurança. “Estamos vivendo tempos difíceis em nossa cidade não podemos permitir que bandidos tomem o nosso direito de ir e vir, como vereador eleito vou fazer minha parte que é lutar pelo interesse do povo eu já senti a falta de segurança, pois fui assaltado em Itaipuaçu, mas conto com o apoio dos moradores para nos ajudar nessa luta por uma cidade mais segura, pedindo o aumento do efetivo do policiamento militar as autoridades competentes e melhor distribuição da guardar municipal nos bairros isso como atitudes emergenciais mas temos que exercer política a médio e longo prazo, precisamos nos empenhar em projetos que proporcione oportunidade para nossas crianças e adolescentes em nossa cidade para diminuir o crescimento da criminalidade local”, disse

No último dia 27 os vereadores eleitos Filippe Poubel e Ricardinho Netuno, estiveram na Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) para reivindicar melhoria da segurança da cidade de Maricá, onde foram recebidos pela Deputada Martha Rocha ( Presidente da Comissão de Segurança) e pelo Deputado Zaqueu Teixeira (Membro da Comissão de Segurança) e solicitaram audiência pública para tratar o tema: Segurança Pública no município, que ficou pré- agendada para fevereiro.

Redação Maricá Info

Levamos até você um jornalismo crítico, com imparcialidade e independência editorial. Aqui você tem voz, participe! Envie sugestões de reportagem e denúncias para o nosso Whatsapp: (21) 99621-9049.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inline
Inline