Maricá: Motorista de ônibus da Costa Leste se recusa a levar alunos até a escola

Maricá: Motorista de ônibus da Costa Leste se recusa a levar alunos até a escola

Na última segunda-feira, dia 06 de março, por volta das 6h50, um ônibus que seguia de Ponta Negra para Maricá – com a placa LPK-2557, ao chegar 4 pontos antes da escola Amanda Pena Azevedo Soares, o motorista obrigou que todos os alunos descessem do coletivo.

Os alunos, com medo, desceram e foram andado até a escola, sendo que tiveram que passar por uma pista perigosa onde já ocorreram vários acidentes e, é não recomendado que pedestres utilizem a pista, devido ao risco.

Segundo informações dos alunos, o motorista chegou a dizer que se não descessem, ele não iria parar no ponto em frente à escola e que levaria todos direto para o terminal rodoviário, no Centro de Maricá. Ainda segundo relatos dos próprios alunos, um grupo de estudantes chegou a enfrentar o motorista. Eles afirmaram ainda que essa não foi a primeira vez o mesmo motorista faz essas atitudes com eles e demais passageiros, e que, por volta das 9h30min da mesma segunda-feira, dia 6, ele teria discutido ainda com uma passageira.

Por conta disso, na terça-feira (7), a empresa Costa Leste, responsável pelo transporte em questão, entrou em contato com a direção da escola.

A diretora da unidade escolar, de nome Cláudia, foi à sala dos alunos e disse que a partir desta quarta-feira (8) a empresa só colocaria micro-ônibus para não pegar os alunos, isso no período escolar. Hoje pela manhã aconteceu que diversos alunos não foram a escola, pois a empresa só colocou micro (que não aceitam os estudantes), onde muitos alunos não tem condições de custear as próprias passagens. Essa é a realidade das nossas crianças e jovens maricaenses, sendo impedidos de frequentar as aulas devido à arbitrariedade de uma empresa.

Por João Amaral

Segurança MaricáMaria da Praça Marica