Maricá: “Governo Itinerante” faz 2 mil atendimentos em Ponta Negra

A 1ª edição do programa “Governo Itinerante” da Prefeitura de Maricá atraiu um grande público no último sábado (19/08) à Praça Nossa Senhora das Graças, em Ponta Negra. Aproximadamente 2 mil pessoas foram atendidas durante as 8 horas do evento que colocou toda a administração municipal em uma estrutura à disposição dos munícipes.

Os números comprovam o sucesso da ação: 800 cartilhas educativas sobre o trânsito entregues, 236 guias de IPTU emitidas sendo estas boletos de 2° via, parcelamentos e recibos de receita que juntos totalizaram o valor de R$ 17.648,14. Foram realizados também 241 atendimentos para solicitação do Cadastro Único (Cadúnico, através do qual os programas Bolsa Família e Renda Mínima Mumbuca repassam os valores aos beneficiários), 20 processos administrativos abertos, 40 carteiras de trabalho agendadas e 20 entregues, 42 atendimentos relacionados a Obras; doação de 158 mudas de espécies nativas da Mata Atlântica, 36 novos cadastros para programas da terceira idade, emissão de 19 cartões de estacionamento especial para idosos, entre muitos outros serviços.

As secretarias de Conservação e de Economia Solidária estavam entre as mais procuradas. Ali foram abertas 104 solicitações de serviços, muitos dos quais resolvidos no mesmo dia pela equipe – com quase 100 pessoas – posta à disposição. Pelo menos 15 ruas receberam patrolamento, além de ações na iluminação pública com 7 implantações e 27 manutenções concluídas durante o evento. As solicitações que não puderam ser resolvidas foram encaminhadas para futura solução. “Fizemos serviços de roçada e capina, retirada de resíduos e varrição nas principais ruas de Ponta Negra, incluindo entorno do canal e a orla”, descreveu o secretário de Conservação, Adelso Pereira.

Na Economia Solidária, foram nada menos que 310 atendimentos. “Já esperávamos uma fila muito grande devido ao programa Renda Básica Cidadania, Renda Mínima Mumbuca e todos os programas que normalmente já são bastante procurados”, afirmou o secretário da pasta, André Braga, que escalou 20 funcionários para agilizar o cadastro fazendo a triagem na fila. A Companhia de Desenvolvimento de Maricá (Codemar) também participou da ação e realizou 50 atendimentos, a maior parte para esclarecimentos sobre projetos como o do Terminal Ponta Negra (TPN), o futuro porto de Jaconé que será construído no bairro.

A comunidade também participou de palestras, apresentações culturais, shows de música, cinema, cultivo de hortaliças na casca de coco e orientações sobre diversos assuntos como prevenção de doenças, preconceito e homofobia. “Estamos aqui hoje muito mais para ouvir do que para falar”, afirmou o prefeito Fabiano Horta ao apresentar os secretários municipais. “O Governo Itinerante está em Ponta Negra para trabalhar todo o seu entorno como Jaconé, Bananal, Manoel Ribeiro; e o que nós estamos vendo aqui é a população reivindicando as melhorias para o seu bairro, reivindicando melhorias nos Vermelhinhos”, afirmou. “A ideia de estar aqui hoje é nos aproximarmos das pessoas, é de permitir que todo o governo possa ouvir as necessidades e providenciar o tempo de solução de cada uma delas e com isso construir uma cidade cada vez melhor”, explicou Fabiano.

A iniciativa também possibilitou a prestação de contas dos primeiros seis meses de gestão à população e o anúncio de novas obras e investimentos. “É uma ação que aproxima o Governo da comunidade e promove a transformação, a inclusão social e mais qualidade de vida. O nosso slogan é “Prefeitura de Maricá mais perto de Você”, e com esse pensamento nós decidimos juntar todas as secretarias e levá-las para os bairros para que a população de Maricá, além de ter a chance de tirar suas dúvidas em relação a cada serviço oferecido no município, pudesse também vir aqui hoje e sair com muito desses serviços realizados”, explicou o secretário Geral e de Governo, Renato Machado, cuja pasta idealizou o evento. “Seja a medição de pressão na tenda da Saúde, o recadastramento do Cartão Mumbuca na Economia Solidária, informações a respeito do Bilhete Único Universitário na Assistência Social, um dos desejos da Prefeitura é que a população participe mais do governo”, completou. “Todo o secretariado está aqui para ouvir e dar a satisfação naquilo que puder resolver de imediato. Aproveitem a oportunidade e tragam para nós a demanda do seu bairro”, pediu o secretário.

A ocasião também serviu para o anúncio de novas ações do governo, como a apresentação dos novos ônibus e itinerários da Empresa Pública de Transportes (EPT), com os Vermelhinhos; a construção da segunda ponte de Ponta Negra; a habilitação da policlínica do bairro para funcionamento 24h; o uso de recursos próprios em investimentos para o fornecimento de água e esgoto da cidade, incluindo a conclusão da estação do Bananal; a construção de um parque público no entorno da praia de Ponta Negra. Também foram anunciadas a criação de uma unidade de atendimento em Ponta Negra para a terceira idade e a parceria com a Universidade Federal Fluminense (UFF) no que diz respeito à castração de animais no município.

“Hoje lançamos o novo Vermelhinho, recebemos mais sete ônibus que devem começar a rodar a partir de 10/09”, avisou Fabiano Filho, presidente da EPT. “Para que possam circular, temos de emplacar e fazer o processo de contratação de novos motoristas junto à Câmara”, explicou. “Além disso, estamos recuperando nossa frota, que hoje conta com 23 ônibus, dos quais 17 já recuperados”, acrescentou. “A estimativa é de estarmos com trinta ônibus atendendo a população daqui a um mês. A Prefeitura já autorizou a compra de mais oito veículos, que devem chegar até o fim de outubro”, completou. A próxima edição do projeto “Governo Itinerante” será realizada em Itaipuaçu, com data a ser divulgada.

Redação Maricá Info

Levamos até você um jornalismo crítico, com imparcialidade e independência editorial. Aqui você tem voz, participe! Envie sugestões de reportagem e denúncias para o nosso Whatsapp: (21) 99621-9049.

Um comentário em “Maricá: “Governo Itinerante” faz 2 mil atendimentos em Ponta Negra

  • 23 de agosto de 2017 em 19:41
    Permalink

    INCRÍVEL como esta população sobrevive sem ÁGUA e tratamento de ESGOTO pior correndo risco de SAÚDE.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inline
Inline