Escutas mostram empresário ameaçando Juiz de Maricá

Reportagem do RJTV, da TV Globo, revela ameaças de um empresário a juiz de Maricá. Empresário é proprietário de empresa de lixo com contratos na prefeitura de Maricá.

Preso no início do mês na operação Caça-Fantasma e suspeito de vários crimes, o empresário Fernando Trabach Gomes foi flagrado fazendo ameaças e tentando corromper agentes públicos em escutas telefônicas, realizadas com autorização da Justiça e obtidas com exclusividade pelo RJTV. Segundo as investigações, Trabach usava um “fantasma” para fraudar licitações, lavar dinheiro e sonegar impostos.

Em uma das gravações, o empresário chama um juiz trabalhista de Maricá, na Região dos Lagos, de corrupto e sugere pagar propina a ele. Trabach também diz que pode vitimar o magistrado em um acidente de carro.

Fernando Trabach: “Com certeza o juiz devia estar precisando de mais dinheiro, né? Então ele deve ter feito isso. Vamos roubar um pouco mais porque eu preciso, pra satisfazer deve ter (ininteligível) alguma coisa. Desculpa Doutora, eu me sinto chantageado, eu me sinto como um refém”.

Advogada: “Eu entendo a sua posição, eu entendo a sua posição”.

Trabach: “Então se é pra fazer qualquer coisa, faz qualquer coisa, se eu dependo da porcaria do juiz safado e corrupto, o que ele quiser, ué… Diz lá: ‘O empresário diz que o senhor faça o que quiser”.

Na sequência, o empresário diz que “já virou refém” e sugere o acidente automobilístico. “Pô, doutora, faz qualquer coisa, eu não tô preocupado não. Eu vou falar o quê? Eu já virei refém mesmo… mas agora, por favor, volto a dizer, se nós não conseguirmos tirar as ações de lá eu vejo que aí eu realmente vou ter que tomar outra atitude com a empresa. Nem que seja arrumar um jeito do juiz bater de carro”.

As escutas envolvem o filho do empresário. Fernando Trabach Filho teve gravada uma conversa com o pastor evangélico Marcos Pereira sobre a prisão de seu pai, e Pereira sugere que conhece alguém que pode resolver a situação de Trabach.

O pastor já foi preso por estupro e indiciado por tráfico de drogas, em 2013, mas responde em liberdade há três anos. Os promotores do Ministério Público Estadual estudam abrir uma investigação contra Marcos Pereira.

Pastor Marcos Pereira: “O que aconteceu com seu pai, rapá?”

Fernando Trabach Filho: “Problema antigo, e aí por conta de política, fizeram uma covardia com ele. Ele teve problema ontem, ontem ele tava indo viajar e acharam que ele tava fugindo, indo pra Manaus a trabalho e aí…”

Pastor Marcos: “Que isso! Deixa eu te falar pra você, presta atenção no que eu vou te falar, presta bem atenção: eu tenho uma pessoa muito forte, entendeu? Pra poder ver essa área aí, se você quiser”.

Trabach Filho: “Eu tô em contato com os advogados, se por acaso precisar de alguma coisa eu entro em contato com o senhor”.

Pastor Marcos: “Entra em contato porque eu tenho uma pessoa… Só falando pessoalmente, tá? Não é advogado simples, não. É coisa pra resolver mesmo, tá?”

O filho de Fernando Trabach acabou preso na última quarta-feira (23), quando ia visitar o pai na cadeia. Os promotores descobriram que ele escondeu provas do esquema criminoso: na noite da operação Caça-Fantasma, ele foi visto retirando caixas do apartamento da família, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. Segundo o MP, as caixas continham provas dos crimes.

O RJTV não conseguiu contato com a defesa de Fernando Trabach Gomes, de seu filho e do pastor Marcos Pereira.

Fonte: RJTV

Redação Maricá Info

Levamos até você um jornalismo crítico, com imparcialidade e independência editorial. Aqui você tem voz, participe! Envie sugestões de reportagem e denúncias para o nosso Whatsapp: (21) 99621-9049.

Um comentário em “Escutas mostram empresário ameaçando Juiz de Maricá

  • 28 de agosto de 2017 em 20:51
    Permalink

    IMAGINEM O QUE VEM POR TRÁS DISSO ????????

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inline
Inline